quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Aécio massacra Dilma em debate da Band



No última dia 14/10, os candidatos Dilma e Aécio se enfrentaram no primeiro debate promovido pela TV Band. O debate foi um show de acusações em tom ácido dos dois lados. Por um lado, a candidata e presidente Dilma faz acusações referentes aos mandatos do PSDB (partido de Aécio) há mais de 12 anos e quanto ao último mandato de Aécio no governo do estado de Minas; do outro lado, Aécio além de rebater as acusações, aponta que o PT tem um governo ineficiente com a volta da inflação, corrupção e má gestão. Aécio conseguiu dar um choque de realidade na presidente. 

No momento em que a presidente/candidata afirmou que o Programa Bolsa Família "não tem nenhum parentesco com os programas sociais do governo tucano", o tucano mostrou dentro da própria lei que a presidenta está equivocada, pois a Lei 10.836, informa que o Bolsa Família foi criado para unir programas sociais do governo FHC, antecessor de Lula, tais como: Bolsa Escola, Bolsa Alimento e Auxílio-Gás. Com isso, o candidato Aécio Neves mostrou com clareza que Dilma mente para tentar ludibriar o eleitor. Vale relembrar ainda que o próprio ex-presidente Lula admitiu que o Bolsa Família foi ideia tucana (depois de ler, veja o vídeo aqui) curioso é que Lula já foi contra programas assistencialistas (quando era oposição) e depois foi a favor (quando se tornou governo), depois de ler, veja o vídeo AQUI. Dilma já acusou Aécio de ser um "oportunista deslavado", mas com certeza ela é que faz jus a tal acusação. 

Dilma, mentiu dizendo que Aécio vai acabar com o Bolsa Família, espalhando medo na população mais carente através de uma campanha publicitária muito bem elaborada para impactar o espectador. Aécio, cuidou de mostrar que a tática do medo tem o único objetivo: neutralizar o desejo de mudança do eleitor. Após a leitura, veja essa matéria: “O PT usa a tática do medo com você".

Para Aécio, e para qualquer pessoa esclarecida, o verdadeiro programa capaz de tirar o povo da pobreza é aquele que garante emprego e renda. Aécio demonstrou que o maior programa social do Brasil foi o Plano Real, idealizado no governo de Itamar Franco, pelo então Ministro da Fazenda, Fernando Henrique Cardoso. De fato, o Bolsa Família não tira o pobre da pobreza, mas o mantém nela, o BF mata a fome, mas não tira o cidadão da miséria e da dependência. Aécio já disse que seu compromisso é fazer o pobre sair da pobreza de fato, através do trabalho, do empreendimento e, principalmente, da educação. 

O Plano Real, responsável por estabilizar a moeda brasileira, elevar o poder de compra do brasileiro, dar a ele condição de ter acesso aos bens e serviços, foi duramente criticado e contestado pelo PT, que lhe fazia a maior oposição possível. O ex-presidente FHC, conseguiu reduzir a inflação de 916% para 7%, enquanto Dilma, com seu governo economicamente irresponsável, vem provocando a alta, culpando uma "crise internacional" há muito superada em todo o mundo. Ao contrário do PT, como diz Reinaldo Azevedo, "um partido (PSDB) que tem no currículo o Plano Real, a estruturação do SUS e a criação dos programas depois apelidados de “Bolsa Família” pode se orgulhar de seu passado".

Aécio conseguiu demonstrar que Dilma ataca Armínio Fraga, mas que o PT o elogiava em 2002 e o queria no governo do PT. Essa foi uma demonstração de como para o PT, só presta quem está com ele, qualquer oposição é perseguida por sua já conhecida tática de assassinar reputações.

Com relação às relações internacionais do governo Dilma, o candidato Aécio demonstrou que o governo faz alianças com países por meio de ideologia não primando pelo desenvolvimento interno da nação nas relações com países de estratégico interesse econômico. Ele apontou especificamente que Dilma paga salários baixos aos médicos cubanos e envia todo o resto para a ditadura cubana, o que é uma grave violação dos direitos trabalhistas dos médicos e contraria a legislação nacional. Os médicos cubanos são tratados como escravos da ditadura dos Castros. Outro ponto em que Aécio detonou a presidente, foi pelo fato de seu governo ter financiado a construção do porto de Cuba, porto esse que era usado para exportar armas para a Coreia do Norte (Clique Aqui). Dilma teve 4 anos para melhorar o Sistema Único de Saúde, porém finda seu governo com o sistema sucateado e ineficiente.

Dilma, incapaz de explicar sua falta de indignação e de ação contra a corrupção na Petrobras, veio acusar Aécio da construção de um aeroporto em terreno da própria família, o que não é verdade. O terreno foi desapropriado, logo, pertence ao Governo de Minas, tanto é que o Ministério Público não viu qualquer crime e o processo contra Aécio foi arquivado, já o PT, foi proibido pela Justiça Eleitoral de usar esse assunto como mote da campanha política. Dilma, por sua vez, afirma que demitiu o Sr. Paulo Roberto Costa da Petrobras, porém a ata diz que ele PEDIU DEMISSÃO, e não que foi demitido, além disso, e mais grave ainda, foi o fato de o PT ter nomeado "ela deu um novo emprego a Nestor Cerveró depois que ele já havia deixado a empresa: o de diretor financeiro da BR Distribuidora. Segundo Costa e Alberto Youssef, Cerveró era o operador do PMDB na estatal".

Sem ter o que falar, a presidente utiliza o Mapa da Violência para tentar acusar o candidato Aécio de ter aumentado a criminalidade em seu governo em Minas, o que não condiz com a verdade, pois entre 2003 e 2010, período em que Aécio governou, segundo o Mapa, os mortos por 100 mil habitantes caíram em Belo Horizonte de 57,6 para 34,9; no Estado, de 20,6 para 18,1. Senão, veja as tabelas:


 Aécio finalizou o debate com uma declaração corajosa e empolgante, segue transcrita: 
“Eu quero cumprimentar a candidata e me dirigir a você que está nos acompanhando até agora. Os últimos dias foram de muita emoção para mim e minha família. Há 9 dias, mais de 30 milhões de brasileiros confiaram nas nossa proposta de mudança, acreditaram que temos condições de reconciliar o Brasil com seu futuro. E, de lá para cá, várias forças políticas se juntaram a nos e eu agradeço a eles, representados aqui nas figuras de companheiros como Beto Albuquerque do PSB e Walter Feldman, da Rede. Mas quero agradecer a todo o apoio que recebo do povo por meio de duas mulheres. A você, Renata Campos, pela singeleza, pela maneira leve e corajosa que declarou seu apoio. E a você, Marina, eu saberei nos próximos quatro anos honrar os compromissos que juntos assumimos. Me preparei para dar aos brasileiros um governo honrado, que melhore a qualidade da saúde e da educação, que combata à violência. Não permitirei que o país seja dividido. Quero fazer o governo da solidariedade, da generosidade. Que respeite a obras de outros governos. É para isso que me preparei e vou honrar cada apoio que tive.”
Vamos relembrar, por fim, como apontou também o candidato Aécio, que o governo Dilma está mergulhado em um lamaçal de corrupção, sem confiança no mercado, com todas as instituições públicas maculadas (Petrobras, Correios, IPEA, IBGE, Itamaraty, Embrapa, e outros) pelo aparelhamento ideológico de dominação do PT, uma má gestão lamentável que não gera emprego, estagna o crescimento econômico e o desenvolvimento científico. 

Houve diversos outros momentos marcantes do debate na Band, porém, urge dizer que o candidato Aécio conseguiu demonstrar o cinismo e as vigarices da candidata petista. 

________________
Utilizamos informações de Felipe Moura Brasil.


Aécio lidera Minas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar este tópico.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Faça aqui tua pesquisa!