sexta-feira, 18 de julho de 2014

Honra ao Ditador: Raul Castro é hospedado na residência oficial da Presidência da República

      Quando este país tinha a menor sombra de decência, falar em ditadura era repugnante, que dirás se aliar a ela. Hoje vivemos tempos em que a pouca vergonha, o cinismo e a canalhice impera dentro do governo e fora dele. Isso se pode comprovar quando se ver um presidente (Dilma) de um país democrático, hospedar com pompa e receber com honra um ditador (Raul Castro).
Presidente Dilma e o ditador Raul Castro
      Ontem (17/07), o ditador de Cuba, Raul Castro, foi recebido com honras e hospedado na residência oficial da Presidência da República em Brasília. A Granja do Torto foi concedida à delegação cubana, coisa que não se costuma fazer a nenhum chefe de Estado, o governo Dilma faz. O jornal Folha de São Paulo[1] apurou que o fato aconteceu para demonstrar maior intimidade entre os dois governos.
     Enquanto os partidos de oposição se manifestam timidamente quanto a esse ato de clara complacência com a ditadura castrista, cabe-nos refletir se esta atitude seria de fato necessária ou plausível. Nem um, nem outro. Trata-se de uma atitude que fere os princípios da democracia brasileira e mais ainda, fere a honra da nação brasileira.
     A pergunta é: você colocaria um criminoso, com o qual tua família não tivesse qualquer afinidade, dentro da tua casa? Sei que ainda que houvesse afinidade, seria difícil alguém dizer sim, quiçá não tendo afinidade alguma. Tantos outros chefes de Estado estão no país, todos em seus hotéis, com seu aparato de segurança, chefes que foram eleitos legitimamente pelo seu povo, mas o governo Dilma estende a mão para um ditador? Isso é no mínimo imoral!
     Enquanto a oposição critica o alinhamento ideológico da presidência com o ditador, a presidente afirma que a oposição tem preconceito com Cuba e que esta honraria inédita é "relação diplomática de alto nível"[2]. Ora, é evidente que tal honraria é oriunda de uma afinidade antiga da presidente com o regime castrista em Cuba. E se existe algum preconceito, não é contra Cuba, o povo cubano merece todo o nosso respeito, porém contra o regime dos castros, que é mundialmente questionado, falar apenas em preconceito é simplório de mais. Contra tal regime temos que sentir nojo e desprezo. O G1, ainda comete o cinismo de chamar o ditador de presidente, que falta de vergonha, presidente é quem é eleito democraticamente e não quem está no poder e impõe a sua confirmação pelo povo que não tem outra alternativa.
       Esta afinidade do governo brasileiro com ditadores desmoraliza o Brasil. Além disso, demonstra a paixão do PT pelo autoritarismo. É no mínimo contraditório que um partido que se diz vítima de uma ditadura, estenda a mão para ditadores. Gostaríamos que a nossa presidente soubesse que o Brasil não apoia o castro-comunismo.


_____________
1 - http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2014/07/1487339-governo-brasileiro-hospeda-raul-castro-em-residencia-presidencial.shtml
2 - http://g1.globo.com/politica/noticia/2014/07/planalto-diz-que-raul-castro-pediu-para-se-hospedar-na-granja-do-torto.html

PARA SABER MAIS:
Aconselho a leitura do livro "O eixo do mal Latino-Americano" do Heitor de Paola. (Baixe Aqui)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar este tópico.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Faça aqui tua pesquisa!