segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Nós, os embriagados pela cultura.

Há tempos esses murmúrios zumbiam. Fervilhavam labaredas de criatividade como fogo ardendo no fundo do palheiro. Há tempos nossos corações ansiavam por ver e ouvir novidades íntimas que se derramassem como bálsamo nos corpos ressequidos pelo causticante sol da incipiência.

Agora surgem com fulgor vívido os filhos de Sátiro Dias, despontando no horizonte uma nova safra de escritores, artistas e leitores desejosos, famintos por cultura.

O amigo Charles reuniu todo mundo num caldeirão místico onde as vibrações criativas contagiavam uns e outros. Quando lá vi música, cinema, literatura, pintura, entre outras construções populares como reprensentantes de blocos, grupos culturais, “lembrei-me” daquela Semana de 22, em São Paulo, que ficou conhecida como Semana de Arte Moderna e revelou grandes talentos artísticos como Tacila do Amaral, Oswasdo de Andrade, Di Cavalcanti entre tantos outros que naqueles dias, revolucionaram a estética cultural do Brasil.

Um marco na cultura brasileira foi a Semana de 22 e um marco na cultura satirodiense foi o 1º Encontro dos Conterrâneos e Amigos de Sátiro Dias. Ficou claro que todo satirodiense tem algo a mostrar, e todos gostam de ver o novo. Esse burburinho de criação já está se refletindo no processo de ensino e aprendizagem do município, pois está dando significado à produção cultural do lugar. Agora todos sabem que no Encontro, reúnem-se as mentes mais brilhantes de Sátiro e claro que todos querem mostrar sua arte.

Bom saber que o filme vai ser visto, que o livro vai ser lido, que o quadro vai ser apreciado, que a música vai ser ouvida e enfim, que o artista terá seu trabalho divulgado, visualizado, compartilhado.

Outra coisa gostosa que aconteceu esses dias (10 e 11/09) foi a Mobilização Cultural em Sátiro Dias, promovida pela mestranda em Crítica Cultural, professora Cristiana Alves, com a participação de inúmeros artistas, professores da UNEB e diversos visitantes, com o objetivo de convocar os talentos artísticos de Sátiro, para o Forum Nacional de Crítica Cultural que acontecerá em novembro e sera realizado pelos pós-graduandos em Crítica Cultura da Universidade Estadual da Bahias – UNEB (Saiba mais em: http://www.forumdecriticacultural.com/ ).

A Mobilização Cultural foi um espaço onde mais uma vez foi possível ver trabalhos artísticos, principalmente literários, dos jovens escritores do junco. Um espaço de debate e proposições que instigou, fez pensar e abriu caminhos para as construções artísticas.

Sim, Sátiro Dias, nos teus poros exalam o perfume e o frescor da criatividade. E nós, teus filhos e apadrinhados, embriagados pela cultura, tomamos deste tão saboroso vinho em nos deleitamos e fazer sempre um pouco mais. Bravo!

Um comentário:

  1. Poizé, Abimael. Tô sempre por aqui, xeretando teus posts. Valeu? Tchau.

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar este tópico.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Faça aqui tua pesquisa!