terça-feira, 20 de novembro de 2007

Derradeiro beijo



Eu,
Absurdamente vazio,
Vi no horizonte
O brilho ofuscante
Do teu olhar.

Meu corpo,
Embriagado do teu perfume,
Cambaleante seguindo em frente,
Indo em tua direção
Cheio de esperança de te encontrar.

Minha mente
Com fixo pensamento,
Idealizando mil palavras,
Para extasiar-te
De gracejos e doçuras,
Num encantamento de contemplação.

Vem
Fica agora com a minha alma
Que já é tua deste o nascimento.
Fica para ti o coração
Que não baterá mais por mim,
Já que ele agora é teu.

Toma que é teu
O meu amor de devoção.
Leva-me cativo
Para onde os amantes solitários
Encontrão o perdão
Por amar tão infinitamente.

E por fim beija-me
Com o derradeiro beijo ardente
De quem, conscientemente,
Ama pela última vez
No curso fúnebre
Da própria existência.

Abimael Borges

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar este tópico.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Faça aqui tua pesquisa!