domingo, 29 de março de 2009

Ernesto Piccolo entrevista Abimael Borges


No próximo dia 19 de abril, às 14:30, estreia o episódio Caminho de Feira, no programa Revelando os Brasis do Canal Futura.
Na primeira parte do programa será exibida uma entrevista com o realizador Abimael Borges, apresentada pelo talentoso Ernesto Piccolo, ator e diretor de teatro, cinema e tv, já na segunda parte será exibido o curta metragem Caminho de Feira.
O programa Revelando os Brasis III exibe vídeos produzidos por realizadores que habitam municípios do Brasil com menos de 20 mil habitantes. Nos vídeos, que vão da ficção ao documentário, descobrimos a diversidade do país, sua cultura, paisagem, costumes e histórias. As entrevistas com os realizadores revelam o imaginário de quem mora nestas comunidades, relatam o processo de produção dos vídeos e como as produções impactaram o cotidiano das localidades retratadas. Revelando os Brasis é uma parceria do Instituto Marlin Azul e do Canal Futura. Neste programa Ernesto Piccolo conversa com Abimael Borges, realizador do Docudrama CAMINHO DE FEIRA que será exibido. O vídeo narra que toda segunda é dia de feira em Sátiro Dias, espaço de interação popular onde convivem diferentes histórias e personagens.

quinta-feira, 26 de março de 2009

Antes que fenesça o amanhã...

Imaginar-se amanhã, dentro de uma realidade ideal, sem permear as lendárias ilhas da fantasia, é fascinação, deslumbre, encantamento, isto é, lindo porém irreal. A diferença entre o plano e sua execução é alarmante, o que importa mesmo é o objetivo. Sonhar com o ouro não significa encotrá-lo e extraí-lo puro, lapidado pela própria natureza. Foram na guerra forjados os heróis, do esterco brotam diamantes e nas trevas medonhas dos oceanos flutual engalfinhadas pérolas, que para seu hospedeiro ainda é uma pedra no sapato.
Jamais se iluda com o futuro. Antes que fenesça o amanhã saberás o que digo. Mormente acreditando alçarás voos. Não mora na indignação a destreza generosa dos cunhões da vitória. É, todavia, certo que os homens se deixão enlaçar por mirabolantes sonhos ao bel desfrute da criação acelerada, visionária, inebriante de sensações virtuosas e contudo, pouco frutífera. Não tomes por verdade a ilusão de um futuro sólido sem te ateres à construção, gradual, paulatina do que chamamos hoje.
Planeje, plante, construa pilares e abra caminhos nos ermos ferrenhos do mundo. Devo dizer, se tempo tiver, neste pedaço de século que a mim é confiado (por sabe lá quem) e a meu ver, para fazer valer as indicações do sobrenatural (afinal esse precesso criativa não é coisa desse mundo, vá lá saber as dores parturientes dos intelectuais aplicados, que não é meu caso, sobre a maca da introspecção reflexiva para o esborrar e o despejar de suas doces entranhas ao bem deste ingrato tempo?) que os pesares, afrontas, seichos, dissabores entre tantos outros redemoinhos que encontrar no meu caminho, enfrentarei. Não esquecendo, contudo, que se o plano for chegar à rocha, burle as árvores, e se à árvore queres chegar, burle as rochas e não te contraponhas a poderes além dos teus, te tornarias uma vida perdidamente inútil. Planos devem ser feitos para serem rasgados ante as novidades propostas pela realidade que se apresentar, refaça-os como quem usa, suja, lava e torna a usar sua roupa até que seja necessário substituí-la. E não se deixe frustrar, tu não dominas o caminho, apenas o escolhes. Vês? Não importa como, apenas chegue a teu destino, se já dantes não o tendes perdido de vista.
E quando chegares lá já quererás outras joias ou descobrirás que não querias ouro e sim diamantes: toma teu caminho, persegue o novo objetivo e vá, até que te quebre as pernas, te extinga a vida e pronto. Faze da tua vida o significado do precioso, sem perderes tempo com a seborreia do mundo.

(...continua.)

quinta-feira, 5 de março de 2009

AQUELE AMOR APRENDIZ ME ENSINOU A SER QUEM SOU

O amor mais lindo de todos os tempos foi aquele da porta da escola. Aquele que foi um amor gostoso. Um amor ingênuo feito apenas de desejos. Amor despojado de medos e obrigações, inconsequentemente infantil e sem dolo, feito pra durar uma eternidade. Era, hoje entendo, feito de adrenalina, pois quando aquele portão se abria, do peito parecia querer saltar meu infante coração. Era um amor de sonhos, sim, sonhos sem fantasias, eram imagens angelicais que povoavam minha mente e coloriam as noites.
Gostoso era levantar cedo, tomar depressa o café, sair de casa como se fugisse para um refúgio sagrado. Gostoso mesmo era chegar lá e vislumbrar sorridente o rosto da minha amada. Aquele não era apenas um sorriso, era uma cachoeira de felicidade caindo sobre mim. E como se nada mais existisse, meu corpo não se dominasse, eu corria para seus braços e num abraço tinha comigo o infinito e num breve instante o inaudito e estupendo sentimento de realização profunda.
Aquele amor de portão de escola era além de lindo, muito forte. Sim, pensava eu, era um amor inevitável. Um querer enlouquecido que não temia desventuras. Quem nesse mundo de deus teria coragem para destruir aquele amor? E como ser contra um sentimento tão lindo? Só por mil diabos alguém seria contrário à felicidade do meu tenro coração. E por mil e um diabos, existia alguém. Alguém de coração profanado pela maldade; uma mente envenenada pelo horror; uma alma ressequida pelo hálito do inferno da solidão. Só podia ser um corpo desalmado à esmo, buscando almas felizes para delas se alimentar.
Tanta felicidade irradiava de nossos poros quando nos abraçávamos. Quantos raios de luz escapavam por nossas pálpebras quando entreolhava-nos. Tanto contentamento fulgente por nossas mãos quando entrelaçadas. Sem falar de perfumes, estrelas, luas e sois que saltitavam em nosso encontro. O amor como a loucura mais sobrenatural que o homem tem.
Naquele dia eu precisava dizer: meu amor, há alguém entre nós querendo nos separar. Minha mãe já me disse que vamos nos mudar essa semana. Não tenho culpa, você tem que ficar e eu tenho que ir, mas eu nunca vou te esquecer Mônica, meu amor, minha professora Mônica, que me ensinou a ser quem sou.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Faça aqui tua pesquisa!